O melhor do street style de Nova York até agora

street style header - tommy ton

Foto por Tommy Ton

Sem dúvidas, uma das melhores coisas das semanas de moda ao redor do mundo é o street style. A fotografia de moda de rua é uma das partes mais divertidas desse universo, e isso só tem tomado proporções gigantescas. O street style já tem as suas próprias estrelas, tem os seus próprios mitos, sua própria complexidade… enfim, a parada está ficando grande. Muita gente diz que o que dita moda é o que está sendo desfilado nas ruas, mas esquece que o grande filtro disso tudo são os fotógrafos; afinal, é através do olho deles que nós enxergamos o que está acontecendo, não é mesmo?

Caso você não saiba, essa semana agora começou o Fashion Month, que são as 4 semanas de moda mais importantes do mundo – são as que ditam tendência tanto para os estilistas dos outros lugares do mundo, quanto para os consumidores, entendeu? São poucos os estilistas que eu acompanho o trabalho do segmento feminino, então eu foco mesmo em olhar o que está rolando nas ruas. Mas esse post não é para falar de estilo!

Hoje eu trouxe 3 fotógrafos para abordar outra coisa: a identidade de cada um. É que eu fico imaginando e me perguntando como esses caras conseguem inserir tanta personalidade nas fotos deles, já que é uma correria danada para conseguir um bom clique. Claro que a experiência é uma aliada e tanto, mas eu já estou em um nível de bater o olho e reconhecer o fotógrafo antes de ler a legenda (talvez pelo enquadramento, pelo tratamento da foto, pela orientação), justamente por ter tanto DNA deles inseridos ali.

Dois eu já tinha apresentado aqui no blog: O Tommy Ton, do meu amado ex style.com (que agora virou Vogue Runway 💔); e o Adam Katz Sinding, do Le 21ème. O terceiro é o responsável por cobrir essa semana de Nova York para a Vogue, o Phil Oh, do Street Peeper.

Gente, o post ficou gigante! Para não tomar muito espaço o blog, clica nesse link aqui embaixo para ler o resto.

Continuar lendo

Showtime: Uma história de amor à primeira vista

SHOWTIME CAPA FOLKBOX

Eu estava mais que afundado no meu ócio de férias (tipo, submerso na preguiça), quando eu resolvi comprar algumas revistas de moda para ver se conseguia catar referências novas – e ler alguns artigos sobre o assunto. Saí de casa determinado a comprar a Vogue Brasil de fevereiro (para ver um editorial que o Zee Nunes fez para a revista) e qualquer outra coisa que me ajudasse a matar o tempo ocioso.

Chegando onde eu fui comprar a revista (fui até outra cidade só para gastar mais tempo – a quantidade de nada que eu estava fazendo era realmente muito grande), me deparei com um mundo infinito de publicações nacionais e internacionais de tudo quanto é lugar do planeta. Me perdi completamente – até esqueci o editorial do Zee – e comecei a devorar ali mesmo tudo o que eu podia (eu nem tinha cacife para levar tudo aquilo de revista): Allure, GQ, Vogue de lugares do mundo que eu nem conhecia, Harper’s Bazaar e Elle… ah! Elle!

Na dia eu já sabia que o Jean-Paul Goude (o cara é um gênio, mas ganhou visibilidade recente por fazer a capa da Paper Magazine com a Kim Kardashian) tinha feito alguma coisa relacionada à Louis Vuitton para a Elle UK, só que não foi nada que eu tivesse dado atenção… ainda bem, porque assim a surpresa foi maior.

E foi folheando essa preciosidade, que eu me deparei com o editorial do Goude. Meu queixo foi no centro da Terra. Segundos depois do meu cérebro ter dedicado cada nervo do meu corpo a reagir para aquela foto maravilhosa, minha primeira reação foi: WHAAAAAAAAAAT?! Minha cabeça chegou a formigar de tão impressionado que eu estava. Fiquei vendo esse editorial por uns 30 minutos, folheando cada página com a maior atenção do mundo. Até que finalmente consegui levantar e ir para casa com aquelas extraordinárias obras-primas passeando pelo meu imaginário. E se eu levei alguma revista? Não. O objetivo de comprar a Vogue Brasil tinha sido completamente abortado pela minha mente, e além disso… comprar material importado custa muito caro!

É claro que as fotos não são documentais, tudo que está acontecendo nas imagens foi meticulosamente planejado – isso não tira a graça do ensaio, pelo contrário, as coisas ficam mais mágicas ainda. As poses teatrais e tudo o que você pode reparar nas imagens foi pensado anteriormente. O editorial é uma parceria do Jean-Paul Goude com o Nicolas Ghesquière (estilista da “mezón”), que escolheu as modelos que estrelariam as páginas da revista.

Vamos aos créditos: Além do próprio Ghesquière, aparecem nas fotos: Amalie Schmidt, Elodie, Angel, Emilie Fouilloux, Daphne Simons, Magdalena Jasek, Mae Lapres, Emmy Rappe, Mica Arganaraz e Sora Choi; enquanto isso, Paul Hanlon fica com os cabelos da produção e Dunja Schultze assina a maquiagem; por fim, o styling ficou nas mãos de Anne-Marie Curtis.

T14203164881381102_2 T14203164881381102_6 T14203164881381102_5 T14203164881381102_4 T14203164881381102_3

Curtiu? Se quiser conferir os detalhes mais de pertinho, só clicar na foto.

Até mais!

Drones: NYFW como você nunca viu

chiara ferragni por tommy ton folk box post

Foto por Tommy Ton

Já comentei ontem, que nessa última semana rolou a New York Fashion Week. Já comentei também sobre os fotógrafos de street style (e inclusive falei sobre um deles), que costumam pipocar nessa época. Se o clima das fotos de rua e de backstage já empolga quem curte essa onda, imagina um vídeo! Imagina mais: Um vídeo feito com drones! Imagina mais ainda: Um vídeo feito com drones, mostrando a movimentação de fotógrafos e figuras que circulam nos locais do desfile! Agora junta tudo isso com Nova York.

Os caras do style.com nos deram esse prazer. Nos dois vídeo aqui embaixo, que eles fizeram em parceria com Da Drone Boyz, dá pra ver como é o corre corre do pessoal na rua.

Até mais!

New York Fashion Week por Le 21ème

8405-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Leila-Yavari-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS4757Se você não sabe, a semana passada marcou o início da maratona de desfiles de moda mundo afora. Nova York por si só já é uma cidade repleta de referências de estilo, imagina então com uma semana de moda acontecendo na cidade.

8408-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-After-Jeremy-Scott-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS7588

Isso não é nenhum tipo de tendência de maquiagem não, são só os modelos do Jeremy Scott depois do desfile tomando uma fresca.

Como eu já falei aqui, muita gente sai na rua para fotografar a galera que fica circulando pela cidade atrás de um desfile e outro. Depois de Tommy Ton, o fotógrafo-herói (o cara tem que ter, no mínimo, um superpoder para conseguir acompanhar o tanto de coisas acontecendo ao mesmo tempo) de hoje é o Adam Katz Sinding, do Le 21ème (Luh Van-Tay-Uh-Nee-Emm). A gente vê essas fotos e fica babando por tudo que tem nela: As pessoas, o lugar e (principalmente) as roupas.
8379-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Vanessa-Hong-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS4796 8380-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Lincoln-Center-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS4925 8381-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Before-Kanye-West-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS6493 8382-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-West-Street-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS6797 8384-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Irene-Kim-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS9751 8386-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Ji-Hye-Park-Street-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS7475 8389-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Caroline-de-Maigret-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS3258 8391-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Leandra-Medine-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS0475 8392-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Margaret-Zhang-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS2201 8395-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Vashtie-Kola-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS4471 8396-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Nick-Wooster-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS4176 8400-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-West-26th-Street-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS1620 8403-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-After-Rodarte-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS3223 8404-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Pernille-Teisbaek-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS36578409-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-After-Boss-Women-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS83558414-Le-21eme-Adam-Katz-Sinding-Natalie-Cantell-Mercedes-Benz-New-York-Fashion-Week-Fall-Winter-2015-2016_AKS0579O olhar desse tipo de fotógrafo é invejável, é muita informação de moda para associar!

Não deixa de conferir o blog (ele dá as informações sobre as fotos: quem é, onde/quando foi e o que as pessoas estão vestindo) e o instagram dele.

Até mais!

 

FW 2015 Menswear: Londres

fw15 all looks menswear folk boxModa é um assunto realmente intrigante. Durante muito tempo eu me negava a achar isso interessante, até mesmo por ser uma parada reservada exclusivamente às mentes femininas. Águas passaram, e hoje eu só sinto cada vez mais e mais vontade de pesquisar sobre o assunto. A velocidade que das coisas que acontecem nesse mundo hoje em dia, é tão grande quanto aconteceu no passado; tudo isso soma uma infinidade de informações espalhadas por livros, sites, blogs e revistas. Bom, caso você não saiba, está rolando a FW15: Menswear (o pessoal que estava na Terra da Rainha, voou hoje para a Italia), que não é nada além do que as coleções masculinas do outono-inverno 2015. Enquanto aqui no Brasil a gente derrete de calor, tentando se livrar que qualquer peça de roupa a mais; lá na Europa os modelos se cobrem de casacos, ponchos e – infelizmente – muita pele. A semana de moda masculina é bem menos glamurosa e comentada que a feminina, isso todo mundo percebe e está careca de saber. Mas isso não impede e nem nunca impediu, que os desfiles e apresentações dessas temporadas, deixassem de ditar o que os fashionistas endinheirados vestiriam na próxima estação. A gente está vendo desde de Burberry com muita franja e espelhos nas peças, até Sibling jogando uma coleção com rosa para dar e vender na passarela. Como a fome de falar sobre isso é grande, eu fiz as minhas impressões sobre os 3 desfiles e apresentações mais legais da semana de moda masculina de Londres. Segue aí:

COACH

Coach FW15 menswear best looks Stuart Vevers colocou a homarada pra babar na coleção de inverno 2015/2016. Inspirado em “My Own Private Idaho” (filme do início dos anos 90), ele aumenta os casacos e ajusta as calças, fazendo um desfile de encher os olhos.  A alfaiataria com um ar mais moderninho – a calça mais justa -, os casacos oversized (no estilo das meninas que pegam os varsity dos namorados para usar) e os tênis brancos – tipo o modelo Stan Smith da adidas -, completam uma coleção que marca muito bem a entrada de Ververs, como cabeça da Coach, na moda masculina.

BURBERRY

Burberry FW15 best looksPonchos, óculos e bolsas são os acessórios que marcam o desfile de inverno da Burberry. As franjas aparecem em boa parte dos adereços, inclusive no cachecol com o monogram clássico da casa, que aparece ornando com um trench de Animal Print. O que realmente me deixou intrigado foram as peças trabalhadas com ESPELHOS cobertos por um bordado (detalhe aqui), que aparecem brilhando na passarela, presentes em camisetas, calças, blazers e casacos.

MOSCHINO

Moschino FW15 menswear best looksDepois de colocar dezenas de Barbies para desfilar, todo mundo esperava mais um espetáculo de Jeremy Scott. No entanto, Moschino não deixa de apresentar um desfile bem-humorado, e por incrível que pareça, dessa vez a maior parte da coleção se torna usável para os meros mortais (se bem que o street style anda tão democratizado, que essa onda de peças que ficam só na passarela tem se tornado coisa do passado). Até mesmo os casacos gigantes de pele que eu espero que seja falsa, dão para incorporar em certas situações. Para o desfile, Jeremy conta que imaginou um editorial feito nas montanhas, fotografado pelo Bruce Weber (????).

And it’s a wrap! Foi a minha primeira (e frustrante) tentativa de escrever alguma coisa sobre moda. É difícil tentar falar bonito e sair pesquisando o maior número de informações sobre o que está rolando, mas no final das contas é divertido, sabe?

Até mais!