O melhor do street style de Nova York até agora

street style header - tommy ton

Foto por Tommy Ton

Sem dúvidas, uma das melhores coisas das semanas de moda ao redor do mundo é o street style. A fotografia de moda de rua é uma das partes mais divertidas desse universo, e isso só tem tomado proporções gigantescas. O street style já tem as suas próprias estrelas, tem os seus próprios mitos, sua própria complexidade… enfim, a parada está ficando grande. Muita gente diz que o que dita moda é o que está sendo desfilado nas ruas, mas esquece que o grande filtro disso tudo são os fotógrafos; afinal, é através do olho deles que nós enxergamos o que está acontecendo, não é mesmo?

Caso você não saiba, essa semana agora começou o Fashion Month, que são as 4 semanas de moda mais importantes do mundo – são as que ditam tendência tanto para os estilistas dos outros lugares do mundo, quanto para os consumidores, entendeu? São poucos os estilistas que eu acompanho o trabalho do segmento feminino, então eu foco mesmo em olhar o que está rolando nas ruas. Mas esse post não é para falar de estilo!

Hoje eu trouxe 3 fotógrafos para abordar outra coisa: a identidade de cada um. É que eu fico imaginando e me perguntando como esses caras conseguem inserir tanta personalidade nas fotos deles, já que é uma correria danada para conseguir um bom clique. Claro que a experiência é uma aliada e tanto, mas eu já estou em um nível de bater o olho e reconhecer o fotógrafo antes de ler a legenda (talvez pelo enquadramento, pelo tratamento da foto, pela orientação), justamente por ter tanto DNA deles inseridos ali.

Dois eu já tinha apresentado aqui no blog: O Tommy Ton, do meu amado ex style.com (que agora virou Vogue Runway 💔); e o Adam Katz Sinding, do Le 21ème. O terceiro é o responsável por cobrir essa semana de Nova York para a Vogue, o Phil Oh, do Street Peeper.

Gente, o post ficou gigante! Para não tomar muito espaço o blog, clica nesse link aqui embaixo para ler o resto.

Continuar lendo

Anúncios