Full Of Star: Como fotografar estrelas

IMG_4059

Quem nunca viu aquela foto espetacular da aurora boreal e ficou se perguntando se aquele céu era realmente de verdade? Pois então, é bem provável que a imagem que deixou você com os olhos brilhando seja autêntica, tudo isso graças a um recurso chamado Longa Exposição.

De vez em quando eu arrisco, com meus limitados recursos (falta tripé, lugar e lente para isso), fazer umas fotos do céu pouco estrelado (obrigado, poluição!) que eu consigo ver do quintal da minha casa. Testando aqui e testando ali, notei que é fácil fazer esse tipo de foto, é só ter disposição, paciência e seguir algumas dicas que eu achei úteis e resolvi listá-las:

Quanto menos luz artificial, melhor – As luzes de postes, de lâmpadas e outras milhares fontes luminosas presentes no dia-a-dia de quem vive na cidade grande, atrapalham no resultado. Cores indesejadas vão estar sempre presentes nas fotos do pobre coitado que tentar fazer umas fotos dessa da janela do seu apartamento.

Apressado come cru – Não adianta querer fazer um quick shoot com as estrelas, não vai rolar. Para que a câmera absorva luz suficiente para que as estrelas apareçam na foto, é preciso um tempo de exposição razoável (algo que pode variar entre 10″ e 30″), então é esperar durante várias tentativas, até que se tenha um resultado bacana.

Sai de perto – Sem chances de fazer uma longa exposição segurando a câmera. Pelo movimento natural do seu braço, por mais esforço que você faça para não mexe-los, a foto vai sair tremida. Isso é um fato! Então, a solução é deixar a câmera apoiada em algum local (para quem não tem o auxílio de um tripé) e deixar que ela registre sozinha. Ah! Uma boa dica é programar o disparo para 2 segundos (ou mais), assim não corre o risco que a tremidinha de apertar o botão de disparar atrapalhe a foto, e dá tempo para que você se se afaste da máquina.

Aqui estão algumas fotos minhas, como eu estou no patamar das tentativas, vocês vão perceber que não há muita dominação da técnica AINDA. Mas um dia a gente chega lá, não é?

IMG_3997

Primeiríssima tentativa

IMG_4061

Segunda tentativa

IMG_4066

Terceira, última e mais bem sucedida tentativa até agora.

BÔNUS: Longa exposição no celular (+ dicas de app para Android)!

Para quem não tem uma câmera, mas possui um iPhone (ou qualquer outro aparelho com o iOS, como o iPad ou iPod touch), ainda há esperança! Tudo isso graça à dois aplicativos que dão recursos de longa exposição ao seu aparelho. Para ser honesto, eu não testei nenhum deles, por isso não sei se servem para fazer essas fotos do céu (já que não há um controle da abertura e do iso). Mas para quem quer brincar um pouco de fazer light painting e fotos de velocidade, dá certo.

Um dos aplicativos é pago, o Slow Shutter ($0.99), que pela interface mais bem organizada e pelos recursos presentes parece dar melhores resultados melhores que o LongExpo (free), seu irmão gratuito, que tem uma interface mais “amadora”.  Para ver os resultados do Slow Shutter, é só clicar nesse link para ir à uma página do flickr dedicada aos que já testaram o aplicativo.

E para os usuários de Android, temos um app que promete ser muito bacana, Camera FV-5 Lite, um aplicativo que turbina seu aparelho com uma série de recursos presentes em uma DSLR, vale a pena conferir e ver se realmente é bom. O app é gratuito!

BÔNUS 2: SUPER LUA FRUSTRADA 

No mesmo dia em que eu tirei as fotos da segunda e terceira tentativa, a última super lua do ano estava nos prestigiando com toda sua luz e beleza. Como não custava nada tentar, resolvi tentar capturar uma boa imagem desse fenômeno. Bom… não é tão fácil pegar uma imagem assim com uma 18-55mm em mãos.

IMG_4051

Valeu a tentativa, não é mesmo?

Até mais!

Anúncios

6 comentários sobre “Full Of Star: Como fotografar estrelas

  1. Nossa, tive que dar uma passadinha no seu cantinho. Eu como uma boa amante da fotografia, que não tem ainda uma câmera profissional (mais desse ano não passa!), Sou daquelas que ama fotografia, mais não tira sabe. Quando tiro é com meu celular, que a câmera é maravilhosa. O ruim de tirar foto com o celular de céu, lua, estrela e afins é que elas ficam minusculas! Teve um dia que a lua tava maravilhosa, perfeita, cheia, linda, diva, mais ficou um pontinho no meu celular. A noite a câmera dele é péssima, mais graças ao flash saim ótimas, mais quando se tira da lua, parece que é uma luz de um post ou algo parecido, sem sucesso. Aqui na minha cidade de menos de dois mil abitantes (é, uma roça), que a gente até dorme com as portas abertas (sério), é ótimo pra tirar fotos, já que a natureza, o rio, e o céu reina 100% já que não é ameaçada, mais tirar foto do céu é complicado, e quando eu tiver minha câmera profissional, vou seguir suas dicas, e ficar longe da luz em volta.
    Beijos, e amo conhecer blogs/sites masculinos!
    Convido a você a conhece meu blog de mulherzinhas sonhadoras hehehe

    http://umamineirasonhadora.blogspot.com.br/

    • Obrigado, Bianca. Vou passar no teu blog sim! Eu to aqui catando tempo pra ir numa cidade do interior tirar essas fotos com mais calma. To na torcida pra você ter logo a sua câmera, é maravilhoso esse mundo de novidades e possibilidades que esse aparelhinho bendito te dá haha
      Fico feliz que tenha gostado do meu blog, espero que você volte sempre que der.
      Abraço

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s