Não me leve a mal: O preço da fotografia

 

IMG_3528

Fotografia é a paixão da minha vida, só que não é nada barato sustentar esse amor todo.

Se você não sabe, no último mês eu coloquei um projeto em prática: O de fotografar de graça para quem quisesse me procurar. Felizmente a reposta veio de imediato e em 60 horas eu já estava com a agenda completa. A proposta final do projeto era divulgar meu trabalho, além de servir de treino para os próximos. Por fim, fiquei bem satisfeito com o resultado e me diverti muito com tudo, tanto fotografando quanto editando. Eu conheci pessoas diferentes e lugares diferentes, cada uma com seu estilo, gosto, aparência e desenvoltura únicas.

Ao marcar com essas pessoas, expliquei tudo o que gostaria de que levassem nas fotos e “ouvi” o que elas tinham a dizer. Até mesmo por falta de diálogo, infelizmente não foram todos os trabalhos em que o resultado saiu como o esperado, mas seria exigir demais de tudo saísse perfeito. Com algumas delas eu desenvolvi uma afinidade bacana, tudo fluiu tão perfeita e naturalmente, que eu me senti bastante orgulhoso. Mas todo esse processo saiu um pouco pesado no bolso. Não estou reclamando de nada, estou completamente realizado.

IMG_7927

Toda essa história de fotografar de graça

O prazer de fotografar não pode abafar o compromisso de quem quer encarar isso como uma profissão. O investimento, ainda mais para quem está começando, é considerável. Além do mais, todo mundo que trabalha tem que receber uma recompensa pelo seu esforço. Fora o equipamento, o estudo também requer atenção. A qualidade do trabalho só aumenta na medida em que formos adquirindo conhecimento.

Então, não me leve a mal. Cobrar pela fotografia não deve ser levado como uma ofensa, mas como um modo de valorizar o seu trabalho. O serviço sem taxas só vai manchar a imagem de quem faz.

Cobrar barato não pode ser apedrejado como desvalorização da profissão em geral. Muita gente consegue fazer um preço bem bacana, mas cada um vai de acordo com suas capacitações. Usar o preço como jogada de marketing não deve ser uma opção, aposte no seu trabalho para construir seu sucesso. No começo é completamente natural anunciar um precinho baixo, faz parte de carreira, mas levar isso adiante não é bacana.

IMG_6605

Então é bem simples: Fotografia tem seu preço, porque fotografar também tem.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Não me leve a mal: O preço da fotografia

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s