COMEÇOU

Hoje é o dia oficial em que eu assinei minha carta de alforria dos desprazeres escolares. Fiz minhas últimas provas ainda mais cedo, e até então eu estava muito bem. Mas ao olhar tudo o que eu passei, tantos anos sentado na carteira, repetindo uma rotina severa, conhecendo mais e mais pessoas a cada novo ano que virava. 

Fato é que eu fui evoluindo com o colégio, e a partir de agora eu estou largando os 14 anos que fizeram parte de mim para começar a ser cada vez melhor com outras coisas. Ainda não sei ao certo, mas tenho certeza de que tudo há de melhorar. Não que antes fosse ruim, jamais.

Tudo isso que eu estou deixando para trás fez parte da minha história e será eternamente assim.

Aos professores chatos e bacanas, aos diretores, coordenadores, supervisores, ao moço da cantina, aos zeladores, aos porteiros, aos funcionários em geral, eu deixo o meu Muito Obrigado. Cada um de vocês fez parte da minha construção como uma melhor pessoa, seja fisicamente ou psicologicamente. Em longo prazo eu posso esquecer de seus rostos, de suas vozes, até dos seus nomes, mas eu nunca vou esquecer de como vocês foram importantes. 

A falta do bom dia, de levar bronca, de descer sempre pelo mesmo caminho para o intervalo ou para casa, de sempre voltar no dia seguinte – mesmo que a vontade estivesse zerada-, tudo isso, vai me fazer uma falta enorme. 

A verdade é que o primeiro capítulo do meu livro está finalizado. Hora de recarregar as forças e começar a ditar as próximas palavras da mais nova parte da minha vida. 

Mas o que vai ser daqui pra frente? Se eu não me engano, eu já escrevi no Faixa Aleatória (descanse em paz com toda sua popularidade). 

A diferença de tudo agora é que agora sim, foi dada a largada. A partir de hoje eu preciso decidir onde me agarrar para alcançar meu objetivos. Morar em um apartamento maravilhoso no centro de Nova York? Quem sabe; Fazer sucesso com o que eu mais gosto na vida? Quem sabe; Ser um diretor, fotógrafo, ator, dançarino, advogado, engenheiro, médico, enfermeiro, professor, produtor, gari, empresário, secretário, porteiro, designer, isso só o destino e o tempo vão me responder.

Minha bolha de família/colégio/pais está estourada. Isso não quer dizer que eu não vou ficar desamparado por tudo e por todo, jamais, eu só quero dizer que agora, pela primeira vez na vida, eu vou andar com meus próprios pés.

E eu me sinto mais preparado do que nunca.

Para você que ainda tem oportunidade: aproveita. 

Para você que continuou até aqui lendo, repasse isso ou guarde para si. Obrigado por ter aguentado. 

E para você que fez parte da minha vida escolar, seja em qualquer colégio que eu estudei. Muitíssimo obrigado novamente. 

Anúncios

Um comentário sobre “COMEÇOU

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s